Estrutura geodésia está instalada no Museu da Gente Sergipana

O Museu da Gente Sergipana recebe a exposição Cores da Gente, uma realização conjunta entre o Banese e a Energisa Sergipe, que estão transformando o Estado por meio de projetos culturais. Obras de vinte artistas póstumos sergipanos, de diferentes correntes, são apresentados em uma estrutura geodésia, com experiências imersivas e sensoriais.

O diretor-presidente da Energisa Sergipe, Roberto Currais, destaca que a concessionária apoia diversos projetos culturais no Estado, como a Filarmônica de Itabaiana, Orquestra Jovem de Sergipe, Parque dos Falcões e o Natal Iluminado.

“A Energisa Sergipe estimula e apoia manifestações artí­sticas, projetos ambientais e culturais, incentivando o acesso à arte e ao entretenimento em Sergipe. Estamos apoiando este projeto importante, enaltecendo os nossos artistas sergipanos, que é a Exposição Cores da Gente que vem trazer de forma tecnológica, a apresentação da grandiosidade destas obras que muito nos orgulham e servem como estímulo para os nossos jovens”.