Com investimentos da Energisa, concessionária reduziu ocorrências pela metade e voltou a cumprir indicadores que buscam minimizar transtornos para população

Os casos de falta de energia em Rondônia reduziram 51% no comparativo de dezembro de 2019 a dezembro de 2021. Na prática isso significa que desde que a Energisa começou a entregar as grandes obras no estado, no primeiro trimestre de 2020, cada cliente teve 22 horas a mais de energia disponível em média. Carlos Alexandre Oliveira, gerente de operações da Energisa em Rondônia, comemora o índice, especialmente ao considerar as chuvas intensas registradas no estado nos últimos meses. 

“Na região sul, a chuva chegou com ventos fortes, que provocam a quebra de galhos e árvores que caíram sobre a rede. Porém, já estávamos preparados, com a rede modernizada com religadores automáticos e circuitos alternativos para manobras que restabeleceram o fornecimento para parte dos clientes em menor tempo”, explicou. 

Metas de qualidade garantem que falta de energia não gere transtornos para os clientes

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) acompanha mensalmente a evolução dos indicadores de duração e frequência do fornecimento de energia e estabelece metas de qualidade do serviço. Oliveira explica que a agência compreende que há situações inesperadas que provocam falta de energia e que estão além do controle da concessionária. “Dezembro é o mês que mais registramos acidentes de trânsito com batidas em postes. Por mais que estejamos preparados para esse tipo de situação, a troca de postes é complexa e demora até quatro horas para ser concluída”, afirmou.

Ao longo de 2021, em dias com tempestades de raios e ventos fortes, a modernização e automação da rede permitiram restabelecer até 80% das faltas de energia em menos de 3 minutos. Áreas rurais de difícil acesso, devido à distância e às condições das estradas, ainda são um desafio. Para reduzir o tempo de espera, as equipes de manutenção foram ampliadas e a rede rural também está passando por melhorias. É importante que o cliente acione a concessionária para agilizar o atendimento. 

“O cliente deve rapidamente entrar em contato conosco nos nossos canais de atendimento, informando o número da unidade consumidora. Se possível, prestar outras informações caso tenha visualizado árvore caída sobre os cabos ou a ruptura de poste. Esses dados serão valiosas para diminuir o tempo de espera”, orientou.