Recursos proporcionaram modernização do sistema e energia limpa e de qualidade, como a que chega a Bom Futuro

Até o fim de 2022, o município de Ariquemes terá recebido R$ 158 milhões em investimentos da Energisa para novas ligações, expansão e modernização da rede elétrica. Os investimentos começaram em outubro de 2018, quando a empresa assumiu a concessão. Só este ano, serão R$ 35 milhões. As iniciativas já passaram por várias fases, de ações emergenciais a grandes obras de infraestrutura, passando por projetos para ampliar o acesso à energia e melhorar a experiência do cliente. 

Segundo André Theobald, diretor presidente da concessionária, os primeiros três anos foram focados na transformação da infraestrutura energética, para melhorar a qualidade e a confiabilidade no sistema. “Os projetos de 2022 serão uma nova fase para resolver problemas históricos e ampliar a oferta de energia”, afirma, frisando que, em todo estado, serão R$ 742 milhões, metade dos quais destinados à expansão e novas ligações

Até o final do ano, a subestação do distrito de Bom Futuro será ampliada com capacidade suficiente para atender mais 50 mil casas populares. “Será mais energia para as empresas que querem se instalar na cidade, proporcionando geração de renda e emprego para a população”, disse. 

Manutenção preventiva 

Uma das principais frentes de atuação da Energisa são as manutenções preventivas, também chamadas de desligamentos programados porque parte dos serviços, como podas e trocas de equipamentos, por segurança, precisam ser feitos com a rede desligada. 

Em 2021, foram 505 manutenções preventivas foram realizadas em Ariquemes que resultaram na melhoria de 60% da qualidade de energia, comparando os indicadores de 2021 com 2019, e 18 horas a mais de energia disponível. Os índices estão dentro das metal da Aneel, órgão regulador do setor, que estabelece parâmetros de qualidade. 

O diretor frisa que episódios de falta de energia podem ocorrer, provocadas por fatores climáticos, acidentes de trânsito e até intervenções indevidas na rede. A modernização do sistema, o aumento no número das equipes e as manutenções preventivas contribuem para que o fornecimento seja retomado no menor tempo possível, atingindo o menor número de clientes. 

“Nas áreas urbanas, onde há grandes concentrações de clientes, tecnologia e automatização das redes possibilita que façamos manobras para reduzir o impacto das ocorrências. Mas para o interior, o acesso as localidades ainda é um desafio, mas aumentamos o número de equipes, temos uma frota mais adequada para a realidade do nosso estado”, explica.

Investimentos no dia a dia dos clientes

Os recursos investidos no município também têm como foco a economia de energia. O Programa de Eficiência Energética, regulado pela Aneel, chegou a Apae de Ariquemes terá mais conforto durante os atendimentos e usando menos energia. É que a substituição de 77 lâmpadas pelo modelo LED e instalação de sistema de geração solar com 38 placas fotovoltaicas que vão reduzir cerca de 75% da conta de energia. As obras estão previstas para começar no primeiro semestre de 2022.

Em quatorze ruas da cidade também é possível ver a atuação da Energisa contribuindo com o poder público, responsável pela gestão da iluminação pública, para a economia de energia. A troca de mais de 1.600 lâmpadas pelo modelo LED, realizado em 2021, proporcionaram a redução de 1710 MWh por ano.  Detalhes dos projetos e investimentos da concessionária para o município estão disponíveis www.energisajuntos.com.br/ro