Ações do programa Energia do Bem beneficiaram 11 estados. Mais de 100 toneladas de alimentos foram doadas em parceria com a UNESCO 

O Jornal Nacional, da Rede Globo, principal noticiário televisivo do País, destacou os esforços e a solidariedade da Energisa na luta contra o coronavírus. A companhia foi tema do quadro Solidariedade S/A, que mostra as boas ações realizadas pelas empresas durante a pandemia. 

A apresentadora Renata Vasconcellos apontou que a Energisa realizou ações em 11 estados Brasileiros, entre eles Rondônia. A compra de aspiradores e ventiladores pulmonares para hospitais foi destacada, assim como a distribuição de cestas básicas para famílias de baixa renda. Em parceria com a UNESCO, a concessionária disponibilizou 100 toneladas de alimentos para doação. 

“Nós entendemos que a cooperação e a solidariedade são fundamentais para fazer a diferença na vida das pessoas, principalmente para os mais afetados por essa pandemia”, afirmou Ricardo Botelho, presidente do Grupo Energisa. A reportagem termina dizendo que a Energisa investiu mais de 8 milhões de reais em ações de combate ao coronavírus. 

Assista à reportagem do Jornal Nacional destacando a Energisa.

Energia do Bem 

As ações solidárias realizadas pela empresa nesta pandemia fazem parte do Movimento Energia do Bem, criado pela Energisa para unir a iniciativa privada, as autoridades responsáveis e os cidadãos no combate à doença.  

Os investimentos do Energia do Bem incluem a doação de ventiladores pulmonares e obras elétricas em unidades públicas de saúde, como foi o caso no novo hospital do município de Seringueiras, a 527 km de Porto Velho. A Energisa viabilizou a ligação de energia para o estabelecimento em tempo recorde. Para isso, mobilizou dez engenheiros e técnicos para analisar o projeto e acelerar os prazos. Foram disponibilizados 500 KVA de eletricidade para o hospital, o suficiente para abastecer 2 mil casas. 

Também em Rondônia, os idosos da Casa do Ancião São Vicente de Paula, em Porto Velho, receberam uma encomenda especial da Energisa. A distribuidora mandou entregar, no estilo “delivery”, respeitando o isolamento social, itens de higiene e limpeza como álcool em gel, sabonete, desodorante, talco e barbeadores. Além de auxiliar os idosos, que fazem parte do grupo de risco da covid-19, a ação ajudou a movimentar a economia da região. 

Todos os produtos foram adquiridos de fornecedores locais. “Estamos vivendo um momento de ressignificação da vida”, afirma Millena Capeletti Gomes, ouvidora da Energisa. “Nosso comprometimento com o próximo está presente nas ações corporativas e contagia até os colaboradores”.

Em outra frente, o Grupo Energisa se uniu a empresas do setor elétrico para ajudar a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) a produzir testes diagnósticos da covid-19. A iniciativa está sendo coordenada pelo Instituto Acende Brasil e recebeu doações de cinco companhias dos setores de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia. 

“Estamos em contato com toda a nossa rede de parceiros, fornecedores e clientes para ampliar o alcance das nossas iniciativas. A solução para a crise humanitária virá do comprometimento de todos com medidas individuais e coletivas”, afirma Daniele Salomão, Vice-Presidente de Gente e Gestão do Grupo Energisa, uma das coordenadoras do movimento Energia do Bem.