Famílias de baixa renda podem ter descontos de até 65% na conta de energia, mas é preciso estar com os documentos em dia 

Mais de 72 mil famílias de Rondônia já se beneficiam de descontos na conta de luz da Tarifa Social. É o caso da dona de casa Lucimar Oliveira Silva, de 63 anos, que se cadastrou para receber o subsídio de 100% na conta de luz durante a pandemia de Covid-19 e manteve a redução na tarifa de 65% após o fim do desconto integral. 

Para isso, ela fica atenta ao consumo, já que o desconto, pelas regras vigentes, é progressivo: quanto menor o consumo, maior o desconto. Além disso, não perde de vista o prazo de recadastramento. “Ajuda muito. Dei sorte de estar com todos os documentos em dia, mas estou de olho no prazo e na conta. Assim, que a situação acalmar irei renovar meu cadastro e informar a distribuidora”, afirma Dona Lucimar.

Desde o início da crise do coronavírus, houve um aumento na procura pelo benefício. Em apenas um mês, o número de clientes cadastrados aumentou 9%. A Energisa fez um trabalho intenso de esclarecimento da população para garantir que todos os que têm direito ao desconto se beneficiem do desconto.

“A Tarifa social é um instrumento importante, pois ajuda no planejamento financeiro das famílias mais vulneráveis”, afirma Fernando Tupan, gerente de serviços comerciais da Energisa Rondônia. 

Para solicitar a Tarifa Social, o cliente deve se inscrever no Cadastro Único (CadÚnico) e ter o seu Número de Identificação Social (NIS), que pode ser obtido no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do seu município.

Tire suas dúvidas sobre a Tarifa Social aqui.

Obs: Dona Lucimar mantém seu cadastro em dia e se beneficia do desconto na conta de luz.