Estudo realizado em Nova York (EUA) mostrou que, em ruas iluminadas, os crimes noturnos, como roubos e furtos, caíram entre 36% e 60%.

As ruas de Rondônia estão mais iluminadas. De janeiro a junho deste ano, a Energisa substituiu 14 mil lâmpadas LED por modelos mais modernos, que vão economizar quase 10 mil KWh por ano. Com essa quantidade de energia, é possível iluminar mais de 3.600 casas populares. Foram beneficiados 16 municípios e os investimentos chegaram a 17 milhões de reais.

A iluminação pública é muito importante para as comunidades, pois traz maior segurança. Um experimento realizado na cidade de Nova York, nos Estados Unidos, mostrou que, em ruas iluminadas, os crimes noturnos, como roubos e furtos, caíram entre 36% e 60%, dependendo da localidade. O estudo foi feito pelo Bureau Nacional de Pesquisa Econômica, em parceria com a polícia metropolitana.

Além da segurança para a população, a troca das luminárias proporciona economia aos municípios. “Assim, as prefeituras podem utilizar os recursos economizados em outras áreas como saúde e educação”, afirma Talis Sousa, coordenador do Programa de Eficiência Energética (PEE), no qual estão inseridos os investimentos em iluminação pública.

O PEE também investe em projetos que promovem o uso eficiente e racional da energia elétrica. Nesse contexto, a Energisa instalou 423 lâmpadas LED no Hospital Santa Marcelina, em Porto Velho. A expectativa é que o hospital economize 226 MWh por ano, o que representa quase 100 mil reais a menos na conta de luz.

Projeto Nossa Energia

A Energisa também possui um programa que fornece a troca gratuita de lâmpadas e geladeiras para a população de baixa renda. O projeto Nossa Energia já substituiu mais de 130 mil lâmpadas incandescentes por LED e 1.214 refrigeradores antigos por novos.]

Qualquer pessoa inscrita em programas sociais do governo federal e com direito à Tarifa Social pode ter acesso ao Nossa Energia. Em 2019, a Energisa beneficiou mais de 6 mil pessoas com palestras, substituição de geladeiras e lâmpadas velhas, gerando uma economia de mais de R$ 4 milhões. Somente em Porto Velho, foram trocadas 266 geladeiras e mais de 5 mil lâmpadas. Até 2021 serão substituídas 4 mil geladeiras no estado.