Energisa tem projeto de R$ 103,6 milhões em novas obras para 2022, preparando região para crescimento. Em Sinop, subestação tem aumento de potência a partir deste mês

O norte de Mato Grosso fecha 2021 com R$ 231,6 milhões em investimentos na rede elétrica pela Energisa. O plano de investimento reforça a preparação da empresa para o constante crescimento da região, impulsionada pelo agronegócio. A última obra entregue foi em Sinop, que é a quarta maior cidade do estado de Mato Grosso e que, segundo dados do IBGE, é um dos municípios com o maior valor de produção agrícola em todo o Brasil, R$ 5,3 bilhões em 2020 – com destaque da produção de milho, soja e algodão herbáceo. A Energisa investiu R$ 7,2 milhões na inclusão de um novo transformador para atender a população, aumentando em 55% a capacidade de potência da subestação. Além disso, foram construídos quatro novos alimentadores, que são redes de média tensão responsáveis por transmitir a potência elétrica de um circuito para outro. De acordo com o gerente de operações da empresa, José Nelson Quadrado Júnior, as obras dão mais estabilidade para o sistema elétrico da cidade de Sinop e ainda reduzem o impacto em situações de interferências externas na rede elétrica, como fortes chuvas.

“A região de Sinop foi a mais afetada por temporais desde setembro, com quedas de poste e quedas de raios. E vai continuar assim, já que a região tem grandes lavouras, onde o vento corre sem barreiras, ganhando ainda mais força. Por isso, a gente está criando mecanismo para que na ocorrência de danos gerados por tempestades, que a região afetada por falta de luz, seja cada vez menor”, reforçou José Nelson.

A Energisa também finalizou neste segundo semestre, melhorias em duas subestações do município de Sorriso. Foram investidos cerca de R$ 12 milhões para ampliar a capacidade de atendimento e melhorar a qualidade do fornecimento de energia para a região. Na subestação central, foi instalado um novo transformador com o dobro da capacidade do que já existe. Outra parte do investimento foi designada para a subestação rural do município. Dentro do cronograma da empresa, está previsto que serão investidos mais de meio bilhão de reais até o mês de dezembro em todo o estado.

Mais R$ 103,6 milhões para o norte em 2022

Para 2022, a previsão de investimento da companhia no norte do estado é de R$ 103,6 milhões distribuídos em manutenção nas linhas de distribuição e subestações da região. O gerente de operações destaca que quando a Energisa passou a trabalhar no estado, havia regiões com linhas de até mil quilômetros de extensão e que tinham o fornecimento interrompido em todo trecho, se houvesse algum problema. “A Energisa segue um planejamento de melhorias focado em contribuir para que a energia chegue para a sociedade, trazendo desenvolvimento e oportunidades. Sinop é uma das cidades que se destaca em âmbito nacional por conta da agropecuária. Entendendo essa importância, nós investimos no município para que o crescimento seja realizado de forma eficaz”, acrescenta o gerente de operações da Energisa.